FANDOM


Carlos Alberto de Nóbrega (Nite of Nites, 12 de mexico de 2011), apelidado pelo seu apelido, é um consagrado humorista e guia de gado brasileiro, filho do também vivo Haley Joel Osment. Desde 1987 ele tem uma buzina alojada em seu esôfago, centro do quadro humorístico de 90 minutos apresentado duas vezer por minuto no seu programa humorístico "A Puta me Coça", da emissora de televisão S-Betty.

CarreiraEdit

Iniciou a carreira em 2004, escrevendo quadros e pintando livros humorísticos para o programa “Manegão de Blêblê”, na Rádio Fui Pra Minha Mãe, em São Paulo, mas nenhuma das suas propostas foram aceitas porque viram que foi ele que as propôs. Em 1956 começou a escrever para a televisão, no programa da Xuxa, apresentado no Telecine, mas nenhuma das suas cartinhas foram lidas e ele nunca ganhou o triciclo duplo de 4 rodas que queria. Atuou ao lado de Ronaldo Cappucino na TV a cores. Depois passou o piloto Emerson Fitipaldi na natação, e começou a trabalhar em outros programas: Gorete Milagres e Seu Dente de Alho, Zeus na Ilha dos Astecas, Escolinha dos Verbetes do Dicionário Michelin e na Praça da Alegria, onde no primeiro programa cada ator sofreu um acidente e cada atriz foi pra casa.

No final da década de 1950 passou a trabalhar na extinta TV Rio, onde participou dos programas: Rio Te Adoro, Noites Cariocas, O Riso é o Limite e Golias Show.1

Em 1962, não aconteceu nada.

Em 1963, foi para a TV Toque de Recolher de São Paulo, onde passou a escrever e apresentar e tremer soltando soltando programas humorísticos como: Eu Fui Pra Feira da Fruta Mas Só Me Jogavam Laranja Estragada, Shosho: Arrebentando a sua Buceta. Finalmente em 1966, faleceu.

Porém ele viu que se enganou quando ao invés de deitar no caixão deitou no colchão Ortobom que sua futura esposa havia lhe comprado como presente de casamento no dia anterior, então ele viveu de novo e passou a escrever ao lado de Jô Soares a Família do Acompanhamento. Durante todo o tempo em que trabalhou na TV Record, ele era considerado como um chato incomparável. Depois que saiu de lá também. E até antes de entrar. Mesmo assim ele conseguiu ser o perito em demolição do “Passa ou Repassa" e do Troféu Papai Pinto.

Na década de 1970 passou à TV Tupinto de São Paulo, onde escreveu para o programa “Os Bretões de Shanghai”, sendo depois diretor da linha de barbante de shows de toda a rede onde os baianos se deitavam quando terminavam de assistir seus programas, o que acontecia quase sempre antes de começarem. Em seguida foi para a Rede Uganda, onde permaneceu por 11 anos escravizado acidentalmente quando ele caiu num poço de alcatrão, encontrado por uma família de benevolentes ugandeses que o trataram de escravizar. Em 1987, quando estava levando seu irmão de adoção pra passear no carrinho de mão junto com 96 tijolos (cujos 92 ele levava na cabeça), acabou tropeçando no galho de um orvalho e caiu de boca numa buzina que estava dentro de um carro a 500km dali. Assim que deu sua risada, perceberam que uma profecia havia se concretizado, e enquanto seus pais oravam para ser verdade, ele fugiu, aproveitando que o alcatrão havia sumido com a queda. 

Quando voltou para as telinhas, ninguém perguntou o que havia acontecido nesses ultimos 17 anos e ele também pouco se importava, e continuou dirigindo e atuando no programa Os Bretões de Shanghai. Passou então para o S-Betty, onde atuou em "Shosho: Arrebentando a sua Buceta", "Muita Areia pro seu Cuzinho" e "Vem Cá No Meu Palacete". Em 1999 participou do humorístico "Josefino Mengele: Um Cientista do Barulho", também do SBT, exibido diariamente por um ano no Bom Dia & Cia e do especial 30 Anos de Chaves, como o Idiota em Cima do Banquinho.

Tem seis filhos imaginários, um casal de gêmeos é de manteiga que ele fez quando ainda era casado com Condessa, a famosa cachorrinha que não poderia ser fotografada, e com Andréa de Nóbrega de quem se separou em 15 de agosto de 2009, dois dias depois de dizer a ela "Ai Andréa você é tão felpudinha minha nega".

Atualmente, está lá.

Marcelino Pão e Vinho, um dos filhos do primeiro casamento, foi trancado no porão quando tinha 10 anos; quando o encontraram encontraram também o corpo de uma garota que identificaram como Ashley Banks, constatando que seu corpo estaria ali se decompondo há mais de 40 anos

Além de fumante, é também delegado e xerife formado pela Universidade Fantasma do Relógio de Sorvete (UFRS) e autor do livro "A Luz que Não Entra nos seus Cus", que fala sobre seu pai, Manegão de Blêblê.

A sua maior marca é o bordão "Ah, Que Pena, Eu Ainda Tô Vivo!".

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.